Pular para o conteúdo principal

Liberdade Passarinha .






Nós nascemos livres e temos o direito de ir e vir. Nós possuímos as decisões à ponta de nossos dedos apontados nem sempre à liberdade, mas por nossa exclusiva vontade. Temos o livre arbítrio de saber quem queremos amar, odiar, machucar, curar. Odireito de escolher a quem iremos nos dirigir, para onde iremos ou o que faremos do mundo. O poder e o querer de tudo está nas nossas mãos porque foi-nos dado por Deus. Enfim, se nós temos liberdade até para julgar e fazer escárnio, porque os pássaros também não o teriam ?
Eles poderiam decidir não cantar, piar, não voar, nem aninharem-se. Eles poderiam escolher até deixar de multiplicarem-se. Nós podemos ser a podridão, mas também podemos ser as soluções. Porque escolher o errado ? 
Tome cuidado na próxima arapuca que armares para a natureza,  na próxima gaiola que você deixar de abrir, ou a qualquer causa de salvação que você não abraçar, pois a natureza... essa nos fez, ela surgiu primeiro, e se ela quiser, ela nos engolirá a qualquer momento fazendo de nossas injúrias o humor negro dela mesma.  Aliás, ela já está agindo. Sem piedade. E você sabe que é verdade.

Comentários

  1. Eu NUNCA imaginaria ao ler o título e o começo do texto que ele falaria de ecologia e respeito à natureza. Foi lindo, adorei e o título é ótimo! Só cuidado com a pontuação do começo, ficou meio confusa ;)

    ResponderExcluir
  2. Já corrigi a pontuação, obrigada Lets. Muito obrigada, também amei o texto *-*

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comenta! Adicione um pouco de açúcar nessa xícara!

MAIS LIDAS

Sobre fanfics 'oneshot' .

Comecei a ler fanfiction aos meus treze anos de idade, na época em que ainda existia no orkut (céus, como você é velha) aquelas comunidades de "Web Novelas". Iniciei as leituras virtuais com as tais web novelas, que na minha opinião atual eram um pé no saco, pois a plataforma do orkut não permitia uma postagem em página única. As autoras postavam os capítulos através de comentários nos fóruns. Logo, ocorria uma mistura infinita de capítulos da história com comentários de leitoras. Tudo dentro de um mesmo fórum.  Enfim... Quem viveu saberá do que estamos falando aqui, e tchananãn.

Criaram por fim, as fanfictions (ficções de fã) que eram postadas em sites de hospedagem de página HTML, como por exemplo, o vilabol e geocities (R.I.P).  Foi um achado, gente!  Porque você escrevia sua história toda, criptografava em HTML, e a história ficava no padrão atual de postagem. Ah! E havia a possibilidade de ser interativa, o que na época era um babado! Assim que encerraram a disponibili…