Pular para o conteúdo principal

A Euforia .






A euforia de ter você, me fazia correr atrás. Me impulsionava a chegar perto. A euforia só afastou o que eu queria tão logo.
Aprendi a me acalmar e observar. Esse é o segredo, se você observa paciente aos mínimos detalhes, a decisão é certa. E as decepções não acontecem.

Comentários

  1. Isso se encaixa muito no que vivo agora (numa certa troca da ordem dos fatos, aí). Eu tinha euforia; parei e observei, e agora observo eufórica... ainda não há decepções, então algo está dando certo, né? KKKKK

    Muito bom, adorei!

    ResponderExcluir
  2. Ah está dando certo sim ! Continue alerta, mas também não se esqueça que há momentos em que é preciso ser eufórico para não se deixar esquecer. Adoro quando as coisas que escrevo se encaixam com a vivência dos meus leitores de alguma forma. Obrigada pela atenção e carinho amiguinha *-* BeijosMil :**

    ResponderExcluir
  3. delly soares5/16/2012 9:17 PM

    Já fui eufórica e fiz burrada,hahahaha...
    mas agora procuro observar (euforicamente) hahahaha...
    sempre tudo tão lindo tudo que diz!

    ResponderExcluir
  4. Obriiigada Delly *--* Fico feliz de saber que mesmo pequeno, o texto conseguiu atingir vocês. De uma boa forma :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comenta! Adicione um pouco de açúcar nessa xícara!

MAIS LIDAS

Sobre fanfics 'oneshot' .

Comecei a ler fanfiction aos meus treze anos de idade, na época em que ainda existia no orkut (céus, como você é velha) aquelas comunidades de "Web Novelas". Iniciei as leituras virtuais com as tais web novelas, que na minha opinião atual eram um pé no saco, pois a plataforma do orkut não permitia uma postagem em página única. As autoras postavam os capítulos através de comentários nos fóruns. Logo, ocorria uma mistura infinita de capítulos da história com comentários de leitoras. Tudo dentro de um mesmo fórum.  Enfim... Quem viveu saberá do que estamos falando aqui, e tchananãn.

Criaram por fim, as fanfictions (ficções de fã) que eram postadas em sites de hospedagem de página HTML, como por exemplo, o vilabol e geocities (R.I.P).  Foi um achado, gente!  Porque você escrevia sua história toda, criptografava em HTML, e a história ficava no padrão atual de postagem. Ah! E havia a possibilidade de ser interativa, o que na época era um babado! Assim que encerraram a disponibili…