Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Caneca

A senhora jogou dentro da caneca um pouco de ciúme, mas errou a mão. Após colocou uma dose extra de amor para compensar. Colocou também 1/2 xícara de cumplicidade. Misturou e adoçou um pouco porque o ciúme deixou a bebida um pouco amarga.        Em uma única xícara serviu, com dois canudos e alguns cookies em forma de coração e confeitos de cereja.        Pousou a caneca na mesa sorrindo. Ele olhou para aquela singela velhinha confuso. A menina também, mas ao olhar nos profundos e cansados olhos azuis da mulher sorriu em seguida. Pegou o canudo e bebeu  repassando a caneca para o jovem. Eles trocaram olhares e ambos bebiam ao mesmo tempo. Curtindo com carinho aquele momento. Em um instante, já não havia vestígios de preocupação ou discussão naquela mesa.      A bruxinha cansada seguiu para cozinha. Sentou em sua cadeira de balanço. Acariciou seu gato negro que pulou em seu colo. O caldeirão ainda aceso aquecia a sopa de jantar daquela noite, daquele pequeno bistrô. 

A ponte.

Ele esperou na ponte, a névoa era densa o suficiente para cegar.  Mal podia distinguir onde estava. Apenas sabia que ali marcaram. Nem um som, nem vento. As águas do rio abaixo também não corriam. Era noite, mas para madrugada. Na verdade também não poderia dizer, já que mal havia dormido. Então escutou barulhos no silêncio. TOC TOC TOC TOC . Ela chegou. _ Eu já estava nervoso. _ Não mais que eu. _ Pode dizer-me o propósito desse encontro? _ É uma despedida, não havia percebido? _ Sim, mas tive esperanças ... _ Então é só. _ Só?  Então você me faz sair de casa no meio da ... _ Já vai amanhecer. _ Sim, na madrugada. Não dormi. Estou cansado e você me faz vir aqui, para dizer que é uma despedida e só? _ O que quer que eu faça? _ O que você queria fazer me chamando aqui? _ Eu não sei. _ Se eu pedisse para ficar ? _ Eu... _ Mas eu não vou pedir, perdi a conta de todas as possibilidades que lhe dei para ficar.  _ Porque veio? _ Eu já disse. Tive esperanças. _ Posso então te abraçar? Antes mesmo dele responder, ela …

Pedaços de um coração cansado.

Eu distribui pedaços do meu coração várias vezes para as pessoas erradas. Até chegar você. Eu não me arrependerei nunca de ter entregado a você o meu cristal. Você o mutilou em mil cacos, como se estivéssemos em uma aula de anatomia. Mas eu gostei. Tatuou nele "I hate you". Fez tão bem. As pessoas falam: "Pobre garota." Mas na verdade querem rir. Eu nunca me arrependerei de ter te entregado o segredo do ouro. Agora eu sei, que se você não o descobrisse, eu ainda estaria o distribuindo. Mamãe eu aprendi a crescer, e guardei meus vestígios em um antigo vidro de perfume.

É o nosso natal .

É um tempo muito feliz, as árvores estão brancas. E a gente começa a se arrumar para a ceia. Eu irei à sua casa nesse natal. E estaremos desejando juntos nosso destino à meia-noite. Eu não quero perder esse momento mágico com você. Porque todos os outros eram comuns, mas esse ano é diferente. Amor da minha vida, minha vida.  Amor da minha vida, minha vida. É o nosso natal. Papai noel, você foi generoso no ano que se passou. Trouxe para mim o meu milagre. Como duas pessoas podem se completar tanto? Esse ano eu só peço a mesma coisa. Que seja eterna essa magia. E que no próximo ano nada seja diferente. Seja igual para sempre. Amor da minha vida, minha vida.  Amor da minha vida, minha vida. É o nosso natal. Eu andei de trenó quando toquei seus lábios, e a neve descongelou quando olhei em seus olhos.



Nossa casinha .

Quando você finalmente perceber que você pertence a mim, eu irei mostrá-lo a nossa casinha de campo. Ela está preparada para nossa vidinha feliz de conto de fadas. Mas ela ficará fechada até a próxima temporada. Você se recusa a aceitar que não há outra história gravada, desde seus 15 anos. A profecia é a nossa felicidade juntos. Afinal, nós fizemos tudo para esse ser nosso destino. Desde nossos 15 anos. Mas algo nos atrasou. Tudo bem, eu espero o seu tempo. E estarei na nossa casinha. Butterflys na nossa chaminé, levarão minhas notícias a você , meu amor.

Conversas com a lua

Eu converso com a lua.  Ela é minha confidente . Somos cúmplices.  Porém ela têm um privilégio. Ela pode estar sempre me observando.  Já eu me contento em assistí-la ao cair da noite. Conto segredos a ela e ela conta-me segredos das estrelas. Ela prometeu-me um dia levar-me à galáxia das estrelas.  Eu converso com a lua. E isso faz muito bem. Se vocês soubessem o quanto os conselhos dela fazem bem...

Multidão

No meio de uma multidão muitas coisas acontecem.  Tombos, risos, abraços, escândalos, sofrimentos, choros, gargalhadas, acidentes bons e ruins. Encontros e Desencontros. No meio de uma multidão poucas coisas são percebidas. E muitas coisas são percebidas. Se é que me entende, os olhares são treinados às tragédias. E as pequenas coisas da vida?  Bem, no meio de uma multidão não há tempo para isso. No meio de uma multidão pode estar o amor da sua vida. Já parou para observar isso? Mas também é no meio de uma multidão que estão os exemplos de felicidade e paz.  Um simples sorriso, um aceno, um bom dia, um olhar, pequenos gestos de conforto que se mostram raros  no meio de uma multidão e que ninguém percebe. Portanto, passe a treinar seus olhos para as boas observações e seja você mesmo uma pequena atitude que faça a diferença no meio de uma multidão.

Porque acabou?

Acalme-se não venha com essas conversas de deixar de viver ao seu lado. Você disse várias vezes que amava-me.  Porque agora você vem com essas desculpas de viver outras histórias? Você está falando sério? Se for mesmo jogar tudo pro alto: saia e siga suas loucuras. Eu não estou te impedindo. A porta sempre esteve aberta.  Tudo bem é inevitável, mas não minta novamente. Deixe que o vento vai levando tudo embora. Na verdade, o que me intriga é você ter iludido a nós dois. Se não queria porque seguiu até aqui? Explique-me porque agora há um abismo em que vamos cair? Não volte atrás.  Não haverá novas chances.  Assim que sua sombra sair, a minha também irá para outros rumos.  Será assim, para que elas não reencontrem-se  jamais em outros crepúsculos.

As estrelas clamam seu sorriso amarelo

Olhe as estrelas, elas te admiram. Por elas tudo é colorido. Mal sabem elas, que pelos seus olhos tudo está cinza. Mas elas brilham apesar de tudo, portanto, faça o mesmo. Dê aquele seu sorriso amarelo. Transforme-se em algo bonito. E nunca perca sua fé! PLOC PLOC PLOC PLOC São passos na chuva, e TIC TAC faz o relógio.  O tempo corre apesar de tudo. Ele é cruel mas também é bom. Ele cicatriza e também destroi . Portanto, siga com seu olhar confiante. Nada abalará a sua coragem.  As estrelas brilham para você. Dê aquele seu sorriso amarelo. Transforme-se em algo bonito. E nunca perca sua fé! É verdade, veja como as estrelas olham para você: Brilhando . Sorrindo . E esperando algo a mais da sua parte. 

Garoto IceCream

Ouça enquanto lê : 
Frio. Tem uma camada doce mas que machuca a garganta. Parece o que se vê, mas não o é exatamente. Oh garoto qual o seu problema?  Você não precisa gelar como um sorvete de creme. Eu não pretendo te destruir. Não farei derreter seu gelo. Dê apenas um sorriso .  Granulado colorido de cinza, ele não sabe que sua frieza só me aquece. Só me aquece. Hey garoto estúpido, eu não gosto de sorvete. Mas seu sabor é meu preferido.  Eu poderia te deixar derretido por mim, e se quer saber , acho que não vai demorar muito .  Em quantas lambidas vai acabar sua amargura? Não precisa fingir. Eu sei exatamente como isso vai acabar. Sua camada de gelo está derretendo.
 Você não precisa gelar como um sorvete de creme. Eu não pretendo te destruir. Não farei derreter seu gelo. Dê apenas um sorriso .
Hey garoto estúpido, eu não gosto de sorvete. Mas seu sabor é meu preferido. Qual é então o seu problema? Você não é o único sorvete da face da terra, há sabores de garotos infinitos, mas sei lá, talvez você…

Então ela cresceu.

Ela ainda tinha 6 anos quando apagou as velas do bolo e desejou ser uma princesa. Mas princesas devem vir da realeza, e seu reino não era tão importante para os outros. Fechava os olhos e sonhava com palácios . O tempo passou e os flashes se tornaram maiores. Ela futilizou-se. E perdeu tudo o que havia construído. Ainda tentando acertar, ela voltou atrás. Então novamente prenderam-na em um castelo de sonhos amaldiçoado.  Foi o fundo do poço.  Ninguém poderia ajudá-la ou ouvir seus gritos. Ela então emudeceu-se, escalou as paredes do poço sozinha. Chegou ao topo. Pisou nas folhas secas e não olhou para trás. Ela só esperava o paraíso.  Várias vezes prometeram-na a chave do arco-íris.  Mas nenhuma delas abria as portas onde ela precisava entrar.  Então ainda frustada  e valente, ela secou a lágrima que escorria em seu rosto, e voou para o céu, em busca do seu paraíso .  Ela voou voou ao paraíso. Ela voou voou ao paraíso.  Ela voou voou ao paraíso.  A passos firmes ela buscou seu paraíso sozinha. Ela a…

Eu faço o que meu guarda-chuva deve guardar.

"I do whatmy umbrellatokeep."
Eu faço dos tapas que levo, a força para cicatrizá-los. Eu faço do meu medo, meu ponto para engatar a coragem. Eu faço dos sofrimentos o motivo para sorrir. Eu faço dos bons exemplos que vejo, motivações para eu seguir. Eu faço das lágrimas dos outros a minha luta pela justiça delas. A chuva pode cair e ser seguida de muita tormenta, mas eu estarei lá firme, firme, firme com meu guarda-chuva. No meu guarda-chuva eu abraço a todos para que nem uma gota os atinja mais.  Eu faço da minha voz o eco de quem não pode falar. Eu faço dos meus olhos a visão de quem não pode enxergar. Faço dos meus lábios, partida de doces palavras. E de meus dedos apontadores de boas atitudes. Eu faço  dos meus ouvidos, filtro de acesso à sabedoria. Faço de minhas mãos, pequenas e fortes, alças para segurar o mundo. E ergo-as a quem esta caído. Eu faço da minha raiva a calmaria de quem sente  o ódio. Do meu amor eu faço distribuição. Compartilho a minha paz e faço da minha esperança u…