Pular para o conteúdo principal

Eu faço o que meu guarda-chuva deve guardar.




 "I do what my umbrella to keep."

Eu faço dos tapas que levo, a força para cicatrizá-los.
Eu faço do meu medo, meu ponto para engatar a coragem.
Eu faço dos sofrimentos o motivo para sorrir.
Eu faço dos bons exemplos que vejo, motivações para eu seguir.
Eu faço das lágrimas dos outros a minha luta pela justiça delas.
A chuva pode cair e ser seguida de muita tormenta, mas eu estarei lá firme, firme, firme com meu guarda-chuva.
No meu guarda-chuva eu abraço a todos para que nem uma gota os atinja mais. 
Eu faço da minha voz o eco de quem não pode falar.
Eu faço dos meus olhos a visão de quem não pode enxergar.
Faço dos meus lábios, partida de doces palavras.
E de meus dedos apontadores de boas atitudes.
Eu faço  dos meus ouvidos, filtro de acesso à sabedoria.
Faço de minhas mãos, pequenas e fortes, alças para segurar o mundo. E ergo-as a quem esta caído.
Eu faço da minha raiva a calmaria de quem sente  o ódio.
Do meu amor eu faço distribuição.
Compartilho a minha paz e faço da minha esperança um elo que prende a esperança de muitos.
A chuva pode cair e ser seguida de muita tormenta, mas eu estarei lá firme, firme, firme com meu guarda-chuva. 
Até que o sol aqueça-o.



Comentários

MAIS LIDAS

Sobre fanfics 'oneshot' .

Comecei a ler fanfiction aos meus treze anos de idade, na época em que ainda existia no orkut (céus, como você é velha) aquelas comunidades de "Web Novelas". Iniciei as leituras virtuais com as tais web novelas, que na minha opinião atual eram um pé no saco, pois a plataforma do orkut não permitia uma postagem em página única. As autoras postavam os capítulos através de comentários nos fóruns. Logo, ocorria uma mistura infinita de capítulos da história com comentários de leitoras. Tudo dentro de um mesmo fórum.  Enfim... Quem viveu saberá do que estamos falando aqui, e tchananãn.

Criaram por fim, as fanfictions (ficções de fã) que eram postadas em sites de hospedagem de página HTML, como por exemplo, o vilabol e geocities (R.I.P).  Foi um achado, gente!  Porque você escrevia sua história toda, criptografava em HTML, e a história ficava no padrão atual de postagem. Ah! E havia a possibilidade de ser interativa, o que na época era um babado! Assim que encerraram a disponibili…