Pular para o conteúdo principal

#XícaraVIP - 08 - Chega mais, Millôr!

De uma boa crônica, quem não gosta?

PIF-PAF| O CRUZEIRO | 1954 | MILLÔR FERNANDES

Conto Relâmpago Sujeito A Chuvas e Trovoadas: Tudo é Convenção!


E, como chovia, a tristeza da chuva caiu sobre a tristeza do ambiente já de si tristíssimo e os homens calaram-se todos. A pequena enfermaria do hospital ficou silenciosa, até que um dos cinco doentes propôs: "Podíamos jogar um pôquerzinho - hem? Vocês tem dinheiro?" Os outros tinham e resolveram jogar. Chamaram a velha enfermeira, que se aproximou cheia de saúde e sedução (1), e pediram: "Será que você arranja um baralho por aí, filha?" Ela foi e voltou dizendo que não tinha. Pensava que tinha, mas não tinha. E o tédio se abateu de novo sobre os doentes, até que um deles se lembrou: "Olhe aqui, filha, você não tem aquele montão de fichas velhas que você ia botar fora?" A enfermeira foi lá dentro e trouxe todas as velhas fichas de anotações do estado dos doentes. Os homens pegaram 52 e começaram a jogar o pôquer, depois de convencionarem o valor de cada ficha correspondente às cartas normais do baralho. 
E isso lhes fez muito bem à saúde e evitou a depressão que lhes vinha minando  a alma. Pois quando o médico chegou para examiná-los, encontrou-os todos bem dispostos e contentes. Um dizia: "estou com duas lesões no coração e duas úlceras no duodeno". "Perdeu!" - ria felicíssimo o outro. - "Eu tenho duas cataratas e três hemoptises". "Perderam os dois" - dizia o último - "Eu tenho um cancer no reto". 
MORAL - Há males que vêm para o bem.
(1) Puro efeito de contraste.


Comentários