Pular para o conteúdo principal

#XícaraVIP - 05 - Chega mais, Millôr!

             Após uma centésima de tempos, que nosso querido Millôr não era recordado por aqui, eis que findo tal saudade. Façamos uma retrospectiva das #XícarasVIP com Millôr, aqui já apresentadas: 01 - 02 - 03 - 04 .

      Em mais uma de suas humoradas publicações na coluna "O PIF-PAF" do jornal "O CRUZEIRO" datado de 1946, Millôr escreve retratando a visão das crianças em relação às coisas, e atribui significado e conceitos próprios de explicações infantis. Inocente e divertido.

"Compozissõis Infantiz"

A Água
A água é uma substância fria e mole. Não tão fria quanto o gelo nem tão mole quanto a gema de ovo porque a gema de ovo arrebenta quando a gente molha o pão e a água não. A água é fria mas só quando a gente está dentro. Quando a gente está fora nunca se sabe a não ser a da chaleira, que sai fumaça. A água do mar mexe muito mas se a gente põe numa bacia ela pára logo. Água serve pra beber mas eu prefiro leite e papai gosta de cerveja.
Serve também pra tomar banho e esse é o lado mais ruim da água. Água é doce e é salgada quando está no rio ou no mar. A água doce se chama assim mas não é doce, agora a água salgada é bastante. A água de beber sai da bica mas nunca vi como ela entra lá. Também no chuveiro a água sai fininha mas não entendo como ela cai fininha quando chove pois o céu não tem furo. A água ainda serve também pra gente pegar resfriado que é quando ela escorre do nariz. Fora isso não sei mais nada da água.

O Telefone
O telefone é um aparelho preto que quando a gente erra o número atende quem a gente não conhece. Isso do outro lado. Deste, o número nunca é errado porque a gente é quem diz. Quando não tem ninguém do outro lado para atender então tem uma pessoa que fica fazendo tã-tã-tã o tempo todo e não adianta a gente gritar que ela não sai disso. O telefone serve para muitas coisas mas eu não sei quais são, isso é coisa que eu ouvi dizer. Lá em casa papai não gosta de telefone, mamãe não gosta e minha irmã não gosta, mas quando toca saem todos correndo para atender. O melhor do telefone é a linha cruzada e é nessa ocasião que a gente ouve o que não deve.


"Lições das Coisas"

Uma bola é o que rola.
Branco é o sem cor nenhuma nele.
Colo é o que a gente quer de noite, mas de dia o quintal é melhor.
Galinha é pra gente correr atrás a não ser as que estão no choco.
Comida tem sempre demais no prato mas sobremesa nunca tem o bastante.
Crescido é o que se fica ao deixar de ser pequeno.
Lagartixa é pra gente arrancar o rabo e ver ele mexendo sozinho.
Cachorro é onde a gente bota a culpa duma porção de coisas que foi a gente que fez.
Machucado é quando não se presta atenção nenhuma no que diz a mamãe.
Sonho é o que dá um medo danado mas quando a gente acorda, a mãezinha está bem quentinha ali junto.
Irmão é pra gente ter muita raiva e depois fazer as pazes.
Buraco é o que sobra quando se tira a terra de dentro dele.
Quente é o que a gente procura quando está frio, frio.
Resfriado é o que escorre do nariz.
Pai é com quem a gente tem conversas de homem pra homem.
Mosca é pra se matar com o jornal dobrado.
Botão é pra gente andar sempre desabotoado.

Textos do livro "Trinta Anos de Mim Mesmo".


Comentários