Pular para o conteúdo principal

Herbert Lucena


Em mais uma viagem minha em busca de novos talentos encontrei Herbert Lucena. Como definir : UAU !
O gênero musical que ele apresenta talvez seja um "forró/rock" . Na verdade não sei bem como descrever.
Pois ele traz um misto de tradição raíz de música nordestina, mesclando com cordel e forró. Ele utiliza um composto instrumental muito, mas muito interessante!
Para quem aprecia a nossa tradição brasileira, que na minha opinião além de rica é muito bonita, e também para quem busca novidade com contemporaneidade, as canções dele são uma ótima opção.

A canção : "Heroi, Vilão ou Libertário ?" foi a que eu mais gotei. Por quê?
A inciar pelo arranjo de sanfona, triângulo, bateria, gaita e teclado que formam uma pegada de rock com raíz. A letra fala de "Lampião."  Essa obra foi lançada em janeiro de 2010. Eu lamento por tê-la descoberto apenas agora, e lamento mais ainda por esse estilo não ser ainda tão disseminado na nossa música nacional.


As demais músicas que eu ouvi foram "Me Perguntaram e eu respondi" e "Samba na Casa de Biu" são ambas canções muito boas de ouvir, refletem a cultura tradicional nordestina, que passa por letra, instrumental e sotaque.

É muito bom quando encontramos qualidade musical, porque na velocidade que nosso país está lançando "qualquer ou muito pouca coisa", essas demonstrações verdadeiras de brasilidade acabam ficando obsoletas. Eu, como patriota apaixonada pela cultura geral da minha nação, curiosa com as comunicações populares e principalmente apreciadora de qualidade musical,  mais do que indico que ouçam essas canções!

Vocês podem ouvir e encontrar o Herbert Lucena no Myspace !



Comentários

MAIS LIDAS

Sobre fanfics 'oneshot' .

Comecei a ler fanfiction aos meus treze anos de idade, na época em que ainda existia no orkut (céus, como você é velha) aquelas comunidades de "Web Novelas". Iniciei as leituras virtuais com as tais web novelas, que na minha opinião atual eram um pé no saco, pois a plataforma do orkut não permitia uma postagem em página única. As autoras postavam os capítulos através de comentários nos fóruns. Logo, ocorria uma mistura infinita de capítulos da história com comentários de leitoras. Tudo dentro de um mesmo fórum.  Enfim... Quem viveu saberá do que estamos falando aqui, e tchananãn.

Criaram por fim, as fanfictions (ficções de fã) que eram postadas em sites de hospedagem de página HTML, como por exemplo, o vilabol e geocities (R.I.P).  Foi um achado, gente!  Porque você escrevia sua história toda, criptografava em HTML, e a história ficava no padrão atual de postagem. Ah! E havia a possibilidade de ser interativa, o que na época era um babado! Assim que encerraram a disponibili…