Pular para o conteúdo principal

Abaçanado


Passando na calçada a moçoila eufórica não pode deixar de parar e observar a vitrine.
Teria enfim encontrado-o?
Antonieta estava com data marcada para o matrimônio há meses, porém a leseira da jovem deixou tudo por perfazer aos atrasos. Preocupou-se com tudo o que um casamento necessita. Todas as "firulas" típicas desse evento. Mas algo, de suma importância, a garota esqueceu-se : o vestido .
Encontrava-se a uma semana da festividade e sem o digno. Por isso corria às loucas por todas as ladeiras e vielas da típica cidadezinha. E como se não bastasse chovia.
Assim como ocorreu à ela e Bento Machado, também sucedeu com a vestimenta na vitrine : amor à primeira vista.
Entrou esbaforida na lojinha da modista e foi logo pedindo para experimentá-lo.
Antonieta sempre tivera um gosto muito peculiar.
O vestido era horroroso! Abaçanado da gola à cauda. A visão mais sem encanto de toda a loja. Chego a indagar-me, por que cargas d'água presenciaria entre tantos vestidos luxuosos algo tão disforme?
O fato é que não era a peça de todo mal, tinha sua individualidade, mas não adequava-se à finalidade tampouco à idade de quem a vestiria.
Antoninha como grandessíssima teimosa que nascera, recusou-se de optar por outros nobres tecidos. Assim casou-se, dentro de um vestido abaçanado. Porém, casou-se feliz e no findar, isso é o que importa.

Abaçanado adj. De um branco fusco e baço.

Vocabulário :
- Leseira : preguiça, moleza, lerdice.
- Firulas : neologismo popular; frescuras.
- Esbaforida : Afobada. 
- Peculiar: próprio.
- Disforme : monstruoso.
- Findar : concluir, fim.

Comentários

MAIS LIDAS

Sobre fanfics 'oneshot' .

Comecei a ler fanfiction aos meus treze anos de idade, na época em que ainda existia no orkut (céus, como você é velha) aquelas comunidades de "Web Novelas". Iniciei as leituras virtuais com as tais web novelas, que na minha opinião atual eram um pé no saco, pois a plataforma do orkut não permitia uma postagem em página única. As autoras postavam os capítulos através de comentários nos fóruns. Logo, ocorria uma mistura infinita de capítulos da história com comentários de leitoras. Tudo dentro de um mesmo fórum.  Enfim... Quem viveu saberá do que estamos falando aqui, e tchananãn.

Criaram por fim, as fanfictions (ficções de fã) que eram postadas em sites de hospedagem de página HTML, como por exemplo, o vilabol e geocities (R.I.P).  Foi um achado, gente!  Porque você escrevia sua história toda, criptografava em HTML, e a história ficava no padrão atual de postagem. Ah! E havia a possibilidade de ser interativa, o que na época era um babado! Assim que encerraram a disponibili…