Pular para o conteúdo principal

Passarinhar



Lembro de quando eu era uma criancinha e subia nas árvores. Toda a intimidade com elas. Pois bem, quem o fez sabe o quanto é mágico. 
Os pássaros sabem viver. Eles são criaturas incríveis, meigas, confortáveis, lindas, alegres, responsáveis. Sérios entre si. 
Eu penso talvez ter em muitos dos mil pedaços da minha alma, algum espaçosinho que seja referente a esses seres tão agradáveis. 
Cantam sem se importar com o afinar de seu canto. Pois se nasceram para cantar, porque deixar de fazê-lo? Aqueles que se incomodarem que recolham-se em seu ninhos. Voam e não se importam com o que se passa ao chão, a não ser que lhes interesse importantemente, do contrário aproveitam os momentos. 
Não incomodam a ninguém. 
Ah  meu doce passarinhar .  É a sensação do olhar de sua mãe, em todos os momentos. Sejam eles de paz ou brutalidade. Aquele sorriso bobo do flerte. As confusões do seu estômago quando alguém que amas chega a conversar contigo. É a  meditação no fim de tarde em meio à natureza. O café amargo de quando se inicia um escrito ou leitura. É viver somente.
Sabem os pios dos passarinhos ? Cada pio unido a outro forma um cântico. Bem, eu realmente sou de muitos "piares". 
Mas meus melhores pios são sobre os sentimentos. Essas "baboseiras" que hoje em dia não tem valor. Se todos piassem como eu, o mundo seria menos antirromântico.
Eu vivo passarinhando e sou feliz por isso. Mas vou advertí-los : passarinhar exige vontade, maturidade e autenticidade. Não crês ? Tente então sair passarinhando por aí, assim verás os adjetivos e olhares incrédulos que podes acolher.
Passarinhar é uma arte. Vai além de buscar os galhos para construir seu ninho, é muito mais que apenas chocar os ovos futuros. Se queres aprender, até ensino. Podes começar pelas viagens internas, essas muitas que você se nega a fazer, por achar ser digno de insanidade.


Comentários