Pular para o conteúdo principal

Prova de fogo.



As coisas não surgem sem motivos. Nada nos é entregue sem propósito. 
Foi assim conosco que de repente estávamos tão unos.
Não imaginávamos nossa atenção um com o outro e toda a intimidade que construímos através do tempo.
Agora tudo é amor e parece-nos que é inesperado.
Mas por mais que tentemos fugir, o destino nos leva um ao outro.
Entendi ser uma prova de fogo, entendi que deveria resistir.
Mas o coração não obedece a razão. Por favor me exlique quem é você. 
O que pretende com tudo isso ?
Imaginando as noites onde eu serei você e você a mim.
Não me importo com as suas derrotas, seus problemas são os meus.
Não me importo com o que te julgam , não quero saber se faz coisas erradas.
Porque acredito que nada é por acaso.
Eu poderia ser a sua salvação, mas  podemos estar pensando errado, e quem precise ser salva seja eu.
Não quero fugir disso embora digam ser o certo a se fazer.
E não pretendo fugir, porém preciso ouvir você dizer que ...

É bom sentir as coisas acontecendo assim, que é confortante saber que ... 

Não imaginávamos nossa atenção um com o outro e toda a intimidade que construímos através do tempo.
Agora tudo é amor e parece-nos que é inesperado. 
Mas por mais que tentemos fugir, o destino nos leva um ao outro.


Entendi ser uma prova de fogo,  resistir é tarde demais.

Por, Rayanne Nayara.

Comentários

MAIS LIDAS

Sobre fanfics 'oneshot' .

Comecei a ler fanfiction aos meus treze anos de idade, na época em que ainda existia no orkut (céus, como você é velha) aquelas comunidades de "Web Novelas". Iniciei as leituras virtuais com as tais web novelas, que na minha opinião atual eram um pé no saco, pois a plataforma do orkut não permitia uma postagem em página única. As autoras postavam os capítulos através de comentários nos fóruns. Logo, ocorria uma mistura infinita de capítulos da história com comentários de leitoras. Tudo dentro de um mesmo fórum.  Enfim... Quem viveu saberá do que estamos falando aqui, e tchananãn.

Criaram por fim, as fanfictions (ficções de fã) que eram postadas em sites de hospedagem de página HTML, como por exemplo, o vilabol e geocities (R.I.P).  Foi um achado, gente!  Porque você escrevia sua história toda, criptografava em HTML, e a história ficava no padrão atual de postagem. Ah! E havia a possibilidade de ser interativa, o que na época era um babado! Assim que encerraram a disponibili…