Pular para o conteúdo principal

Vale das Palavras


Me perdi no vale das palavras. Fiz um caminho de livros onde entreguei a minha vida. E o propósito disso é unicamente amar. Porque a nossa alma se torna mais romântica à medida que lemos. É um ciclo de fatores. Você lê, imagina, sente, vive e consequentemente ama.
Me traduzi ao amor de um só. 
Solidão não é bem a palavra. Sozinho seria. Não é um isolamento do mundo ou das pessoas. Nem egoísmo de guardar tal sentimento. Disporia-me sim de compartilhá-lo, mas isso sobrepõe ramificações complicadas. E no momento, o fato é a introspecção de saber que esse amor próprio, não gera dor. 


Comentários

  1. Nossa. Muito profundo, meio intimista... não sei bem a palavra. Adorei, adorei!

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou Lets *--* Esse texto é beeem íntimo mesmo :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comenta! Adicione um pouco de açúcar nessa xícara!

MAIS LIDAS

Sobre fanfics 'oneshot' .

Comecei a ler fanfiction aos meus treze anos de idade, na época em que ainda existia no orkut (céus, como você é velha) aquelas comunidades de "Web Novelas". Iniciei as leituras virtuais com as tais web novelas, que na minha opinião atual eram um pé no saco, pois a plataforma do orkut não permitia uma postagem em página única. As autoras postavam os capítulos através de comentários nos fóruns. Logo, ocorria uma mistura infinita de capítulos da história com comentários de leitoras. Tudo dentro de um mesmo fórum.  Enfim... Quem viveu saberá do que estamos falando aqui, e tchananãn.

Criaram por fim, as fanfictions (ficções de fã) que eram postadas em sites de hospedagem de página HTML, como por exemplo, o vilabol e geocities (R.I.P).  Foi um achado, gente!  Porque você escrevia sua história toda, criptografava em HTML, e a história ficava no padrão atual de postagem. Ah! E havia a possibilidade de ser interativa, o que na época era um babado! Assim que encerraram a disponibili…