Pular para o conteúdo principal

Repudiar





Repudio aos sádicos que fazem chorar a margem.
Repudio a  margem que sorri da desgraça alheia, mas critica a quem zombe da sua miséria.
Repudio a escória sem motivo.
Repudio a escória da desesperança.
Repudio aos chorões inábeis.
Repudio aos rebeldes sem causa.
Repudio a falta de afeto.
Repudio a ignorância.
Repudio a distorção dos sentidos.
Repudio toda forma de violência.
Repudio os seres esnobes.
Repudio as vozes que reclamam direitos que não procuraram construir.
Repudio o desrespeito aos verdadeiros guerreiros.
Repudio o preconceito.
Repudio a competição das religiões.
Repudio a necrofilia.
Repudio o fundamentalismo.
Repudio a autodestruição.
Repudio a transformação da figura divina em comércio.
Repudio o falso julgamento.
Repudio o interesse desnecessário.
Repudio aquele que não tem humildade.
Repudio aquele que não se ama.
Repudio a ingratidão.
Repudio aquele que pronuncia o nome de Deus, e não acredita na sua divindade.
Repudio as pragas rogadas.
Repudio o ódio.
Repudio a  banalização das relações sexuais.
Repudio à violência humana e mundial à tudo o que está absorto no que pertence a natureza.
Repudio o século do medo, descrença, da falta de amor próprio, da desunião em que vivo.
Porém mesmo repudiando a tudo, eu rezo pela salavação de cada alma pecadora, de cada alma inocente. Eu rezo pela salvação da humanidade. Eu rezo pela salvação do mundo. E se for o melhor a ser feito, se for a vontade de Deus, eu aceito que ele afaste a nossa destruição do mundo perfeito que ele criou.


Comentários

  1. Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos perídos mais
    marcantes da vida. Mais o que o adolescente pensa disso? (sinopse do meu blog)
    Acessa o meu blog?
    "Blog de uma adolescente"

    http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

    Espero a sua visita, se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz.
    Desde já obrigada, tenha uma ótima semana.
    Atenciosamente Tainã Almeida.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comenta! Adicione um pouco de açúcar nessa xícara!

MAIS LIDAS

Sobre fanfics 'oneshot' .

Comecei a ler fanfiction aos meus treze anos de idade, na época em que ainda existia no orkut (céus, como você é velha) aquelas comunidades de "Web Novelas". Iniciei as leituras virtuais com as tais web novelas, que na minha opinião atual eram um pé no saco, pois a plataforma do orkut não permitia uma postagem em página única. As autoras postavam os capítulos através de comentários nos fóruns. Logo, ocorria uma mistura infinita de capítulos da história com comentários de leitoras. Tudo dentro de um mesmo fórum.  Enfim... Quem viveu saberá do que estamos falando aqui, e tchananãn.

Criaram por fim, as fanfictions (ficções de fã) que eram postadas em sites de hospedagem de página HTML, como por exemplo, o vilabol e geocities (R.I.P).  Foi um achado, gente!  Porque você escrevia sua história toda, criptografava em HTML, e a história ficava no padrão atual de postagem. Ah! E havia a possibilidade de ser interativa, o que na época era um babado! Assim que encerraram a disponibili…