Pular para o conteúdo principal

Compreensão dos Escritores




Escritores se compreendem. 
Nós somos críticos.
Somos ousados, amantes.
Loucos e apaixonados.
Nós sentimos e imaginamos.
Sonhamos e nos desiludimos.
Somos artistas e cúmplices.
Escritores são os anjos da palavra.
Anjos das mensagens.
E não pedimos nada em troca além de leitores, opiniões e uma xícara de café forte.
Incompreendidos pela maioria, por alguns admirados.
Trocamos os dias pelas noites.
Adentramos com amor em nossas obras.
Sim, somos exigentes. Muitos textos ficam guardados.
E para quem pense o contrário, nós gostamos do perigo. Pois nos colocamos expostos.
Expostos com nossas críticas, opiniões, argumentos e dúvidas encrustados em nossas entrelinhas.
No mais, escritores se compreendem. 
Escritores são almas irmãs e uníssonas. 
E acreditem, se todos os escritores do mundo se unissem, faríamos um estrago na humanidade. 
Um estrago bom, a favor do bem.  Paralisaríamos o mundo! 
Obrigada a quem lê, escreve, opina e admira a arte da escrita.

Por, Rayanne Nayara.

Comentários

Postar um comentário

Comenta! Adicione um pouco de açúcar nessa xícara!

MAIS LIDAS

Sobre fanfics 'oneshot' .

Comecei a ler fanfiction aos meus treze anos de idade, na época em que ainda existia no orkut (céus, como você é velha) aquelas comunidades de "Web Novelas". Iniciei as leituras virtuais com as tais web novelas, que na minha opinião atual eram um pé no saco, pois a plataforma do orkut não permitia uma postagem em página única. As autoras postavam os capítulos através de comentários nos fóruns. Logo, ocorria uma mistura infinita de capítulos da história com comentários de leitoras. Tudo dentro de um mesmo fórum.  Enfim... Quem viveu saberá do que estamos falando aqui, e tchananãn.

Criaram por fim, as fanfictions (ficções de fã) que eram postadas em sites de hospedagem de página HTML, como por exemplo, o vilabol e geocities (R.I.P).  Foi um achado, gente!  Porque você escrevia sua história toda, criptografava em HTML, e a história ficava no padrão atual de postagem. Ah! E havia a possibilidade de ser interativa, o que na época era um babado! Assim que encerraram a disponibili…