24 março, 2013

Abaçanado


Passando na calçada a moçoila eufórica não pode deixar de parar e observar a vitrine.
Teria enfim encontrado-o?
Antonieta estava com data marcada para o matrimônio há meses, porém a leseira da jovem deixou tudo por perfazer aos atrasos. Preocupou-se com tudo o que um casamento necessita. Todas as "firulas" típicas desse evento. Mas algo, de suma importância, a garota esqueceu-se : o vestido .
Encontrava-se a uma semana da festividade e sem o digno. Por isso corria às loucas por todas as ladeiras e vielas da típica cidadezinha. E como se não bastasse chovia.
Assim como ocorreu à ela e Bento Machado, também sucedeu com a vestimenta na vitrine : amor à primeira vista.
Entrou esbaforida na lojinha da modista e foi logo pedindo para experimentá-lo.
Antonieta sempre tivera um gosto muito peculiar.
O vestido era horroroso! Abaçanado da gola à cauda. A visão mais sem encanto de toda a loja. Chego a indagar-me, por que cargas d'água presenciaria entre tantos vestidos luxuosos algo tão disforme?
O fato é que não era a peça de todo mal, tinha sua individualidade, mas não adequava-se à finalidade tampouco à idade de quem a vestiria.
Antoninha como grandessíssima teimosa que nascera, recusou-se de optar por outros nobres tecidos. Assim casou-se, dentro de um vestido abaçanado. Porém, casou-se feliz e no findar, isso é o que importa.

Abaçanado adj. De um branco fusco e baço.

Vocabulário :
- Leseira : preguiça, moleza, lerdice.
- Firulas : neologismo popular; frescuras.
- Esbaforida : Afobada. 
- Peculiar: próprio.
- Disforme : monstruoso.
- Findar : concluir, fim.