Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

Segure minha mão

Segure minhas mãos:
*Nos momentos difíceis;
*Nos momentos felizes;
*Nos momentos em que estiver mais próximo;
*Nos momentos em que estiver distante também;
*Nos momentos em que me amar;
*Nos momentos em que me odiares;
*Quando eu fizer coisas erradas;
*Quando eu fizer coisas certas;
*Quando eu precisar de apoio;
*Até mesmo quando eu me achar confiante demais.
Segure minhas mãos, sempre. Assim eu sentirei-me segura o suficiente, para nunca te deixar!

Eu te fiz feliz ?

Não olhe para mim, pensando que eu não saiba
o que você está pensando agora.
O que eu realmente sou, talvez você ainda não tenha visto.

Depois de todo tempo que estive aqui, eu te fiz feliz?
Responda, quantas vezes você fechou os olhos e se lembrou do meu rosto?

Eu nunca mudei, apenas não me conheceu completamente.
Se você tentar ver além de mim vai conhecer-me.

Depois de todo tempo que estive aqui, eu te fiz feliz?
Responda, quantas vezes você se calou e escutou minha risada?

Na verdade eu percebo, que perdemos tempo demais. Eu te amando e você fingindo amar . Como amar o que não se conhece?

Depois de todo tempo que estive aqui, eu te fiz feliz?
Responda, quantas vezes você acordou de noite, precisando apenas escutar a minha voz? 

Entre todas as emoções.

O que posso dizer?
Estou vendo agora você com outra pessoa.
Eu pensei que não fosse o melhor, mas acho agora
que o pior não sou eu.
Entre todas as emoções vividas entre nós, diga qual foi a mais marcante.
Sinto. O que posso sentir é que tudo poderá acabar em instantes.
Como fugirei disso, se eu realmente não for  mais importante?
Talvez o melhor para nós dois seja nos afastar um do outro.
Entre todas as emoções vividas entre nós, diga qual foi a mais marcante.
Qual foi a que te deixou perplexo?
Qual prevaleceu em todos os momentos?
Qual toque das minhas mãos te arrepiaram?
O que eu disse que você nunca esqueceu? 



Chega simples como uma chuva.

Chega simples como uma chuva.
Logo após se torna uma tormenta.
Parecia que ia durar.
Tantas mágoas e tantos sinais se mostraram entre nossos gestos.
Imaginei que chegaria onde queria.

E quando olhei no espelho, não reconheci o reflexo.
Então a minha história estava clara.
E o tempo me ensina muito depressa, que cada minuto que me resta mostrará um relâmpago de tudo que eu fiz.
Quero uma verdade que possa esclarecer, onde eu pisei em falso e me fiz cair.
Os erros que tentei consertar apenas piorei.
Mas eu resgatarei a superfície desse afogamento. Eu sei que eu posso
arrumar as coisas.
Assim eu deixarei meus medos e minhas armas para trás.

Eu era tão 16 anos

Espio na janela uma estrela a me olhar.
Andando pela praça sobre a luz do luar.
Quando te vejo eu perco o ar.
Aos tempos que o conheci, eu era tão 16 anos.
Ainda sonhava acordada com canções e capas douradas.
Imaginava tantas fadas coloridas.
Hoje você é pra mim, o início o meio e o fim. Hoje você é  a minha razão, e se antes eu teria medo, aos meus 16 anos, agora estou sabendo que amar não é se iludir.
Aprendi a chegar ao tempo real que vivemos.
Eu quero crescer cada vez mais com você aqui.
Porque no momento que te vi sorrir meu mundo fez sentido pra mim.

A vida lá fora.

Há pouco tempo eu amadureci, e aprendi que não vale a pena mudar, fechar os olhos e  esquecer de ligar para quem você estaria se doando. Ninguém nunca diz como se faz para ser perfeito.
Na verdade, o mundo pode acabar antes de terminar essas linhas. Talvez ninguém ligue pra você. Mas isso não singnifica que você tenha que ser mais um desses que não sabem amar incondicionalmente,  ou que você não precisaria importar-se com os outros. Afinal é isso que faz a diferença e realmente é necessário para a vida lá fora.

Independente do Tempo

Se eu perder a fé, me sentirei mal, sem chão e meu controle se esvairá para léguas distantes.
Eu não estou só, porque você está no meu pensamento.
E só você é capaz de afugentar meus medos e receios.
Independente do tempo, sei que quando eu penso em você, você pode escutar meu sub consciente.  O que é nosso está guardado em nós.
Me sinto só, mas não estou.
E sei que algum dia, voltarei a te ver.

Independente do tempo, numa melhor que agora, estaremos unidos novamente.
Eu quero, estar com você sempre.
Juntos venceremos todas as barreiras do tempo.
Independente do tempo, foi preciso se afastar, mas isso logo acabará.
Porque meu amor, amar independente do tempo é o que eu farei.

Você não vê.

Te vejo errar, isso é normal e não faz tanta diferença
dependendo de quem você faz sangrar.

Te vejo sonhar, e tenho receio se estaria eu nos seus sonhos ou não.
Se você sair da minha vida, deixe um recado no meu mural, para eu
saber se devo seguir ou esperá-lo voltar.

Não vai adiantar me procurar, porque se o fim for feito,
eu estarei distante. Estou aqui agora e só você não vê.

Você está sempre rindo ou chorando.
Mas nunca sei se posso me aproximar, você é da lua.
Fásico.
Se eu chorar, não me importarei, afinal você não perceberia mesmo.
Você não percebe nada.

Apenas não vai adiantar me procurar, porque se o fim for feito,
eu estarei distante. Estou aqui agora e só você não vê.












Tão Distante

Um tempo, uma voz, um lugar, um cheiro. A lembrança que não se vai. Como na última chance, embaixo da chuva que dançávamos. Você sabe... Que eu te amo, que eu te amo apesar de toda a distância. E que mesmo depois de tudo, eu não me esforço para te abandonar.
Minha mente, minha música, meu quarto e minha cama vazias e frios sem sua presença. Mas você sabe... Que eu te amo, que eu te amo apesar de toda a distância. E que mesmo depois de tudo, eu não me esforço para te abandonar.

Alguém tão distante me grita e eu escuto, porque você sabe. Você lembra. De todos os momentos. Você necessita assim como eu.  É uma parte de mim, é uma parte de você.  Nada  pode demonstrar o contrário e nunca será possível deixar as evidências da grandeza desse amor. 

Independência

Todo mundo diz que enfim conseguimos independência. Mas só há curiosidade em seguir as regras ditadas sem coerência. Ninguém gosta de perguntar, apenas gostam de se explicar sem ter razão para isso. Acatando ordens de crianças mal crescidas que procuram mandar desorganizando aquilo que não tem nada resolvido. Estão todos desconformados, escondidos na conformação de aceitar. Julgar, sem se julgar. E procurar motivos para mostrar a verdade unidos. Não existe independência. Não existe democracia. O sistema não está ao favor de nossos ideais. Na verdade nem temos mais ideais. Nossos pais conquistaram todos. Deveríamos aperfeiçoá-los, mas não queremos lutar. Brigar cansa demais.  Gritar pode incomodar. Incomodar pode custar a vida. Foi o que nos ensinaram. Mas que se exploda o mundo desses otários. A independência que eu quero é desses jovens bossais!


A Música

Apago as lembranças do que acabou, elas não voltarão.
Não conto mais histórias para quem não poderá me ouvir ou entender.
Eu te procurando e você se afastando de mim porque se cansou.

Você está escutando a mesma música que eu ?
Eu olhando a sua fotografia , enquando o rádio ao fundo faz a trilha da música que nos deixou inertes ao nos ver.
A música que nos silenciou à reta de nossos olhos.

Final de novembro, o verão para chegar e você não dizia se gostava de mim.
Andávamos de bicicletas juntos.
Você estaria na sua casa?
Olhando as estrelas e lembrando aquele dia, do primeiro beijo?
A música que ouço, fala de alguém como você, como nós.
O cheiro da brisa, traz sua risada à minha mente.
Eu só queria uma frase para definir tudo o quero dizer, sem me arrepender depois.
Eu só queria uma frase pra falar ao pé do seu ouvido, pra você e ninguém mais, pra você e para nós dois.

Realidade

Eu não pude acreditar, quando você disse:  "Acabou". O tempo desde então não tem passado para mim. Eu vivo de lembranças, doídas. Eu poderia te esquecer se fosse uma possibilidade. Se a realidade não fosse dura assim eu estaria te amando feliz.  Porém a vida nem sempre é tão doce. Eu não pude aceitar as mudanças. As pessoas tentam sintonizar-se comigo, mas eu me fechei no passado. Eu poderia tentar levantar desse tombo, mas não tenho forças para isso. Se a realidade fosse boa comigo, eu hoje não teria tantas lágrimas.  Preciso dizer, eu reconheço que não havia volta. Se bem que... você sabe, a minha esperança é a última que morre. Se a realidade não fosse tão cinza, eu veria você chegar no portão com um belo ramalhete em mãos, me abraçando e girando no ar.  Como se tudo não passasse de um pesadelo da minha cabeça.