Pular para o conteúdo principal

Novamente, onde estará?





        Ele achou meu sorriso tímido, mas ele é tão contrário para mim. Disse que tinha que ir, mas me levou a sério. Eu vou fazer o que estiver ao meu alcance, mas não me pergunte seu nome.
             Só a mim cabe a felicidade dele. Tantas vezes, involuntárias, eu pensava nele e no que dizê-lo.
             Em uma noite qualquer dessas poderíamos agir, mas não há o que se fazer. Eu pensei naquele brilho do olhar que eu nem sabia que havia reparado. Como roubá-lo? Eu não sei onde encontrá-lo e não sei seu nome.
          Foi em um sonho. Em um sonho,  eu revelei o que sentia e acordei sem pistas novamente. Resta tomar o velho navio e ir às nuvens de onde caí para então saber se é realidade.

Comentários

MAIS LIDAS

Sobre fanfics 'oneshot' .

Comecei a ler fanfiction aos meus treze anos de idade, na época em que ainda existia no orkut (céus, como você é velha) aquelas comunidades de "Web Novelas". Iniciei as leituras virtuais com as tais web novelas, que na minha opinião atual eram um pé no saco, pois a plataforma do orkut não permitia uma postagem em página única. As autoras postavam os capítulos através de comentários nos fóruns. Logo, ocorria uma mistura infinita de capítulos da história com comentários de leitoras. Tudo dentro de um mesmo fórum.  Enfim... Quem viveu saberá do que estamos falando aqui, e tchananãn.

Criaram por fim, as fanfictions (ficções de fã) que eram postadas em sites de hospedagem de página HTML, como por exemplo, o vilabol e geocities (R.I.P).  Foi um achado, gente!  Porque você escrevia sua história toda, criptografava em HTML, e a história ficava no padrão atual de postagem. Ah! E havia a possibilidade de ser interativa, o que na época era um babado! Assim que encerraram a disponibili…