Pular para o conteúdo principal

A Eternidade


Caminhavam distantes, embora de mãos dadas. Deixavam-se guiar pelos pés na areia pesada. Os olhos fitavam além do horizonte e os ventos eram duendes mudos que brincavam de fazer cócegas.

Não há nada a se dizer quando já se sabe tudo. E quando não se conhece os limites o melhor é enfrentá-los.
Portanto, para quê pressa?

Estavam em um bom tempo do relacionamento. A plenitude pairava sobre ambos dando-lhes a impressão de não ter nada mais para conquistar. Já tinham o coração um do outro. Venceram as batalhas impostas pelo destino. Firmaram o desejo um do outro que neles sempre habitava. O que mais querer?

Pensativos entraram no mar. Enquanto as ondas lambiam suas pernas eles abraçavam-se ternamente. Olharam um ao outro e afundaram nas águas. Embaixo dela tudo era diferente, não se viam como na superfície. Aquilo dizia muita coisa.

Subiram novamente e na areia se sentaram. Ficaram longo tempo ali sem pronunciar qualquer som. Até que sorridentes aproximaram-se.


_ A eternidade. - Ele disse.
_ É a única coisa que falta. - Ela respondeu.
_ E não descansaremos até alcançá-la juntos.

Ele disse findando as dúvidas que a proximidade do noivado impusera sobre eles.

Comentários

MAIS LIDAS

Sobre fanfics 'oneshot' .

Comecei a ler fanfiction aos meus treze anos de idade, na época em que ainda existia no orkut (céus, como você é velha) aquelas comunidades de "Web Novelas". Iniciei as leituras virtuais com as tais web novelas, que na minha opinião atual eram um pé no saco, pois a plataforma do orkut não permitia uma postagem em página única. As autoras postavam os capítulos através de comentários nos fóruns. Logo, ocorria uma mistura infinita de capítulos da história com comentários de leitoras. Tudo dentro de um mesmo fórum.  Enfim... Quem viveu saberá do que estamos falando aqui, e tchananãn.

Criaram por fim, as fanfictions (ficções de fã) que eram postadas em sites de hospedagem de página HTML, como por exemplo, o vilabol e geocities (R.I.P).  Foi um achado, gente!  Porque você escrevia sua história toda, criptografava em HTML, e a história ficava no padrão atual de postagem. Ah! E havia a possibilidade de ser interativa, o que na época era um babado! Assim que encerraram a disponibili…