Pular para o conteúdo principal

Não esqueça-me.




Não esqueça-me por minhas idiotices. Por meus medos. Por meus desejos ainda que soem muito insanos, ou grandes demais para que me acompanhes. Não esqueça-me por meus choros, risos e piadas inúteis. Não esqueça-me por minha pressa. Não esqueça-me por minha vagareza. Não esqueça-me por meus gritos, minha raiva ou minha estupidez. Não esqueça-me por minhas manhas, meiguices, por minhas manhãs nubladas ou ensolaradas ou até mesmo por minha compreensão incompreensível. Não esqueça-me por nada. Por favor, não esqueça-me. Apenas pense que em alguma dessas coisas eu posso ter lhe trazido algo bom,  ainda que queira me esquecer, terás de esquecer meu legado na única coisa que para ti possa ter feito a diferença. Então porque esquecer alguém que em algo te ajudou? Se for para esquecer, esqueça as lembranças que doem. Não esqueça as pessoas de sua vida. Seria como se você tivesse aprendido as coisas com uma lousa que escreve sozinha. E sabemos que alguém teve de te ensinar, pois infelizmente, lousas mágicas não existem. Guarde as feições, guarde os sorrisos, guarde as expressões, guarde a reciprocidade.

Por, Rayanne Nayara.

Comentários