Pular para o conteúdo principal

Quebrou meu coração

Louco mas, eu ouço o meu coração.
Gritando de dor.
Se há algo em que poderia me apegar não deveria ser a você.
Porque você é um destrutor.

Cansei de ouvir as juras falsas de amor.
Cansei de ser consolada.
Eu vou mudar a história deste livro.

Porque você quebrou o cristal.
E saiu no ritmo da guerra.
Quebrou meu coração e deixou-o sangrando.
Esvaziando toda a sua preciosidade.

Louco mas, eu ouço a minha mente.
Ecoando a raiva.
Não vou alimentar qualquer gota que seja relativa a você.
Eu vou lavar a minha alma de todos os seus rastros.

Renascer e procurá-lo para mostrar que eu juntei meus estilhaços.
E te abraçar te desejando felicidade.
Porque apesar de tudo eu não sei odiá-lo.

Porque você quebrou o cristal?
E saiu no ritmo da guerra?
Quebrou meu coração e deixou-o sangrando.
Esvaziando toda a sua preciosidade.
Quebrou meu coração.
E saiu hipócrita no ritmo da festa.
Como se eu não pudesse entender que simplesmente havia esgotado o sentimento.

Seguir a outros rumos.
Recortar todas as lembranças.
Atear fogo no que sobrou de você.
Purificar meu ar.

Quebrou meu coração.
E saiu, saiu, saiu...


Comentários

MAIS LIDAS

Sobre fanfics 'oneshot' .

Comecei a ler fanfiction aos meus treze anos de idade, na época em que ainda existia no orkut (céus, como você é velha) aquelas comunidades de "Web Novelas". Iniciei as leituras virtuais com as tais web novelas, que na minha opinião atual eram um pé no saco, pois a plataforma do orkut não permitia uma postagem em página única. As autoras postavam os capítulos através de comentários nos fóruns. Logo, ocorria uma mistura infinita de capítulos da história com comentários de leitoras. Tudo dentro de um mesmo fórum.  Enfim... Quem viveu saberá do que estamos falando aqui, e tchananãn.

Criaram por fim, as fanfictions (ficções de fã) que eram postadas em sites de hospedagem de página HTML, como por exemplo, o vilabol e geocities (R.I.P).  Foi um achado, gente!  Porque você escrevia sua história toda, criptografava em HTML, e a história ficava no padrão atual de postagem. Ah! E havia a possibilidade de ser interativa, o que na época era um babado! Assim que encerraram a disponibili…