Pular para o conteúdo principal

Prefiro.




Prefiro o amor do que o ódio.
Para odiar é preciso motivos, para amar não.
O ódio é limitado, o amor não.
Prefiro a verdade do que a mentira. 
A verdade liberta e salva, a mentira prende, é curta e altamente destrutiva.
Prefiro a lealdade do que a fidelidade.
Quem é leal ama, pode até tentar odiar, mas não consegue. Fala a verdade e não precisa mentir.
Quem é fiel apenas, pode passar do amor ao ódio. E não fala a verdade sempre, pois é vulnerável a cair nas artimanhas da mentira.


Comentários