Pular para o conteúdo principal

Nem hoje, nem amanhã.



 
Seu amor é aquilo tudo que dizem.
Eu espero não cair no visgo do teu sorriso.
E farei o possível.
Para você não me ver amanhã.

Eu sou imune ao carinho.
Na verdade eu tento ser fria e desumana para não fragilizar-me e cair nas armadilhas
do amor.

Essa noite, você me empresta seu carro?
Quero te mostrar um lugar.
Mas prometa, que nunca mais vai voltar lá!
Não quero correr o risco de reencontrá-lo.
Isso é só uma dose do que entorpece os caminhos que eu sigo.
E não pergunte nada sobre mim.
Conte até três. Não pisque para não perder nada.
Foi um prazer conhecê-lo, mas não me verá mais nem hoje, nem amanhã.

Nem hoje, nem amanhã.

Comentários

MAIS LIDAS

Sobre fanfics 'oneshot' .

Comecei a ler fanfiction aos meus treze anos de idade, na época em que ainda existia no orkut (céus, como você é velha) aquelas comunidades de "Web Novelas". Iniciei as leituras virtuais com as tais web novelas, que na minha opinião atual eram um pé no saco, pois a plataforma do orkut não permitia uma postagem em página única. As autoras postavam os capítulos através de comentários nos fóruns. Logo, ocorria uma mistura infinita de capítulos da história com comentários de leitoras. Tudo dentro de um mesmo fórum.  Enfim... Quem viveu saberá do que estamos falando aqui, e tchananãn.

Criaram por fim, as fanfictions (ficções de fã) que eram postadas em sites de hospedagem de página HTML, como por exemplo, o vilabol e geocities (R.I.P).  Foi um achado, gente!  Porque você escrevia sua história toda, criptografava em HTML, e a história ficava no padrão atual de postagem. Ah! E havia a possibilidade de ser interativa, o que na época era um babado! Assim que encerraram a disponibili…