Pular para o conteúdo principal

Distinção




Vivemos o mesmo dilema, querendo ambos se entregar.
Nada conspira a nosso favor,  nosso amor é um mito para o resto do mundo a nossa volta.
Diferentes demais para harmonizar pureza e singelismo em um único corpo e alma.
Mas ainda há esperança, pois as cores do cotidiano chochicharam à minha mente que o contrário existe para ser provado.
Prostei meu coração então a sua inteira decisão: escolher em provar que há chance para nós ou aceitar que somos independentes dos nossos corações.
Se preferir, tentaremos.
Se preferir mostraremos que  o mais válido no momento é o egoísmo de dividir com nosso próprio ser o sentimento de amar que habita em cada um e nada mais.


Comentários