11 maio, 2014

Um Farol Para Alertar


Um farol para alertar o local onde as partes boas estão se esvaindo. 
Enquanto eu começava a perceber, os sinais explodiram em bolhas.
E desculpas já não eram capazes de amenizar os efeitos.

Venha, para eu te contar como me senti.
Para te apontar quais foram os degraus mais altos de onde caímos. 
E seguirmos em direção ao farol. 
Porque a verdade é que sentimos falta. Sinto tanto a sua falta. 



Um farol para alertar entre a densa neblina.
Você desapareceu no assombro dos nossos medos.
Fugiu para uma ilha íntima, e eu o ignorei. Ignorei que essa era a ilha que eu deveria habitar.

Venha, para eu te contar como me senti.
Para te apontar quais foram os degraus mais altos de onde caímos. 
E seguirmos em direção ao farol. 
Ao Sol dos nossos arquipélagos. 
Porque a verdade é que sentimos falta. Sinto tanto a sua falta. 

Porque a verdade é que sozinhos não sobrevivemos. 
Porque na verdade sentimos tanto a falta, e já estamos cansados de nos deixarmos perder um ao outro. 
Então vamos, seguir em direção ao Sol do nosso farol, de braços abertos, tranquilos, amenos.