14 agosto, 2012

Meu Velho Baú



Hoje eu acordei e me levantei rapidamente. Senti uma vontade extrema de pegar meu velho baú.
Um baú onde guardo uma vida de pensamentos, de desejos, de sonhos.
Ele está um pouco empoeirado e tive a impressão de ter jogado a chave do seu cadeado no lixo.
Mas encontrei-a nas minhas velhas lembranças, no meu coração.
Eu peguei o meu baú de sonhos perdidos e determinei-me a resgatá-los e ir em busca de cada um deles.
São sonhos muito extremos, e infelizmente tenho a consciência de que não será tão fácil, afinal eu sou uma apenas. E sei que posso não conseguir. Mas me deixo acreditar nessas conquistas, que terei de fazê-las sozinhas, porque acreditar nelas me permite continuar sonhando e lutando por meus anseios.

Por, Rayanne Nayara.

4 comentários:

Comenta! Adicione um pouco de açúcar nessa xícara!