06 junho, 2012

I'm invisible.



Todos falam ao mesmo tempo. É impossível ouvir e entender. 
Alguns esperam sua vez. Será que ela virá?
Estou alerta a tudo, mas não me sinto daqui.
Meu planeta foi destruído e não há outras perspectivas que eu possa enxergar.
Habito um lugar mas não vivo nele.
Ideais excluídos apenas aguardando alguém que os salve.
Tudo ao meu redor é preto e branco. Eu sou a única cor no meio de tudo. 
Mas não parece que é assim que me vêem. Eu vejo o mundo cinza.
E como o mundo me vê? 

Eu sou invisível?
Porque não escutam minhas súplicas?
Habito um lugar inexistente. Me fecho em outra dimensão, onde todos os monstros desaparecem.
Eu estou fazendo isso da forma certa?
Puxe-me para cima, pois estou começando a afundar.
Você que enxerga-me: irá me salvar ou hesitará?
O que há de errado aqui afinal? O que vocês todos querem?
Lutas vãs e mentirosas. Conceitos ambíguos e opostos. 
Essa paz de vocês não existirá nunca. A tendência desses povos é deteriorar.
Eu só queria que o meu mundo, o mundo que eu pretendo criar, deixe de ser um sonho e torne-se realidade.