30 maio, 2012

Te quiero.



Não dá para ocultar o que estou sentindo.
Eu não consigo me convencer de que não quero amar você.
É como uma cahoeira que lança suas águas transparentes sobre as pedras mais lodosas. 
Já não assimilo nada, certo ou errado te quero.