31 março, 2012

Tão Distante





Um tempo, uma voz, um lugar, um cheiro.
A lembrança que não se vai.
Como na última chance, embaixo da chuva que dançávamos.
Você sabe...
Que eu te amo, que eu te amo apesar de toda a distância.
E que mesmo depois de tudo, eu não me esforço para te abandonar.

Minha mente, minha música, meu quarto e minha cama
vazias e frios sem sua presença.
Mas você sabe...
Que eu te amo, que eu te amo apesar de toda a distância.
E que mesmo depois de tudo, eu não me esforço para te abandonar.


Alguém tão distante me grita e eu escuto, porque você sabe.
Você lembra.
De todos os momentos.
Você necessita assim como eu. 
É uma parte de mim, é uma parte de você. 
Nada  pode demonstrar o contrário
e nunca será possível deixar as evidências da grandeza desse amor.