09 dezembro, 2011

Garrafa Vazia






Garrafa sob a mesa.
Quem sabe mais um gole?
Beba.Beba.Beba.Beba.
Mais um gole?
Sim. Só mais um.
Beba.Beba.
É bom não é?
Beba mais. Beba mais.
Não quer mais?
Porque não?
É doce, molhado, leve. Porque não mais?
Bebeu.
E depois saiu.
Eu não esperava que ele fosse embora.
Achei que bebendo o líquido na garrafa. E deixando-o bebê-lo,então ficaria.
A garrafa vazia ficou sob a mesa.

Não sobrou nada. Nada do amor que continha dentro dela. Era o meu amor. E acabou. 
A garrafa sob a mesa estava vazia e seca.


Um comentário:

  1. u-a-u. profundo, simples, direto, metáfórico, tudo na dose certa... amei.

    ResponderExcluir

Comenta! Adicione um pouco de açúcar nessa xícara!