12 agosto, 2010

Ontem para hoje.


" Lembro-me da época em que a felicidade me rodeava de ilusões; Lembro-me dos amigos que tive e ainda tenho, que me apoiaram em momentos difíceis; Lembro das provações que passei e das lições que as mesmas trouxeram; Lembro-me das tentativas frustradas e vitoriosas de conquistar; Lembro-me das mudanças, tanto para pior quanto para melhor; Lembro-me das quedas, cicatrizes; Lembro-me do supérfluo e do essencial; Lembro-me do que quis esquecer e do que era necessário esquecer; De tanto me lembrar aprendi que memórias de nada importam se não forem revividas, viver algo apenas uma vez, é viver o hoje matando o ontem. O ontem, deve ser revivido para uma análise do futuro."

Um comentário:

Comenta! Adicione um pouco de açúcar nessa xícara!